Organizadas Brasil

09/03/2012Campanha Paz e Respeito às Famílias

O Projeto Toppaz (Torcida Organizada Pela Paz), de iniciativa do professor Vanderlei de Lima está desenvolvendo a campanha “Paz e Respeito às Famílias”. Visa ela, por meio de um abaixo-assinado, sensibilizar a Federação Paulista de Futebol (F.P.F.), cujo slogan diz que o “Futebol é família”, a banir dos estádios sob sua jurisdição as letras violentas e obscenas que ofendem a Deus e ao próximo contribuindo para o aumento do clima fortemente hostil entre os rivais.
A campanha, apoiada também por Felipe Tobar, de Campinas (SP), mas que atualmente exerce o cargo de procurador de Justiça Desportiva em Joinville (SC), e por Hermenegildo Cappatti, advogado atuante em Pedreira (SP), já está surtindo bons efeitos.

Essa petição pública teve início quando o professor Vanderlei recebeu gravações de músicas violentas cantadas nos estádios de Ribeirão Preto (SP) e as comparou com as atitudes tomadas, em alguns outros Estados, pelas próprias torcidas organizadas. Viu, por exemplo, que a Torcida Uniformizada Fortaleza (TUF), não tem em seu novo CD nenhuma letra que ofende a grande rival que é a Torcida Cearamor, do Ceará. Foi também informado de que, em diversas cidades do Sul, há várias restrições aos cantos violentos e que, em Maceió (AL), a Torcida Mancha Azul, do CSA, baniu suas letras agressivas. Se alguém as puxa de improviso, toda a bateria para imediatamente em censura ao torcedor desavisado.

Em São Paulo, foco da petição, a Torcida Dragões da Real, do SPFC, foi até o momento a única a declarar apoio incondicional à Campanha, em seu site oficial, demonstrando grande interesse pela Paz nos estádios paulistas.
Para assinar (com nome completo, cidade e país) basta acessar o site da petição que é o

Fonte: http://www.peticao24.com/paz_e_respeito_as_familias#sign

Fonte: Toppaz (Torcida Organizada Pela Paz).

Últimas notícias