Organizadas Brasil
Colunista Vanderlei de Lima

CARTA ABERTA AOS PRESIDENTES DE TORCIDAS ORGANIZADAS COM MEMBROS EM AMPARO

Por Vanderlei de Lima

25/06/2017

Por ordem alfabética: Fiel Camisa 12; Gaviões da Fiel; Mancha Alviverde e Torcida Tricolor Independente.

Prezado Presidente,

Com saudações cordiais, encaminhamos a presente Carta Aberta – a fim de que toda a população de nossa cidade dela tome o devido conhecimento – para pedir-lhe que autorize e apoie os integrantes da torcida organizada, sob a sua responsabilidade, que moram em Amparo (SP), a assinarem, aqui, um Acordo de Paz.

O referido Acordo visa, acima de tudo, um esforço conjunto para uma convivência sadia entre os torcedores desta cidade. Ainda que apoiadores de Clubes diferentes e, por conseguinte, membros de torcidas rivais, devem se respeitar dentro da pluralidade de ideias e gostos lícitos de nossa sociedade.

Deseja-se, portanto, que cada torcedor, em conformidade com a sua torcida, respeite os espaços e momentos das torcidas rivais (subsede, local de encontro, dia de festa, caravanas etc.), mantendo, se preciso for, o contato necessário entre as lideranças locais a fim de evitar que algum oportunista suje o nome das organizadas aqui representadas, seja no dia a dia, em dias de jogos e de modo físico ou virtual.

Caso haja algum problema, apesar do Acordo de Paz firmado, cada liderança local fica responsável por chamar a atenção do seu membro envolvido em problema e, em casos mais graves, por enviar à sede, em São Paulo, para as devidas providências, antes que a autoridade competente entre no caso, a fim de que – seguido os trâmites legais – a Justiça aplique a pena devida ao mau torcedor e à torcida que por ele pode responder, de forma solidária (cf. Artigo 39 B do EDT).

Tendo, portanto, muito claro que Torcida Organizada deve existir (e nunca ser extinta) para apoiar o Clube de Futebol, encaminhamos a presente Carta pedindo o apoio aos torcedores que aqui vivem para que assinem o Acordo de Paz. 

Tal acordo, celebrado em evento público, será de conhecimento das Polícias Militar, Civil, Guarda Civil Municipal, Ministério Público e Poder Judiciário, bem como da Câmara e da Prefeitura Municipal local e, é claro, da população em geral. Demonstra, assim, publicamente, a boa vontade de cada Torcida para com a Paz.

Sendo isso para o momento, aguardamos a imediata resposta a fim de darmos segmento aos trabalhos, ao mesmo tempo em que o cumprimentamos por estar à frente de sua Torcida, certamente apoiadora e promotora da Paz. 

Muito grato pela atenção, o abaixo assinado,

Vanderlei de Lima é professor, filósofo, com curso de Extensão em Direito e Punição pela PUC-Campinas, autor de livros sobre Organizadas e dirige a TOPPAZ, Torcida Organizada Pela Paz, toppaz1@gmail.com.

Comentar artigo