Organizadas Brasil
  • Você está em:
  • Home
  • Interativo
  • Papo reto
Enviado por: Entrevistador E.T.O.B

Cadê as ideologias?

As ideologias das atuais torcidas estão mudando, muitas vezes não apenas nos integrantes da torcida, mas essa ideologia começa dos diretores. As atuais ideologias deixam prevalecer o pensamento de ir no estádio preparado para bater, para matar. Onde a maior preocupação é sobreviver, e quase sempre deixando de lado o verdadeiro motivo de está em uma torcida organizada, que é o CLUBE.

Cadê as ideologias de sábios, onde a maior disposição é para erguer um bandeirão. Onde tem grande disposição para tremular as bandeiras! Hoje ainda acha-se MUITAS pessoas dispostas, mas dispostas a correr atrás do inimigo para agredi-lo, disposta a apedrejar times e torcedores adversários, dispostas a brigar. No mundo de hoje a raridade, são as pessoas que integram Torcidas Organizadas APENAS para apoiar o time. Nada mais nada menos que isso.

Enviado por: Rodrigo Ex-Relações Públicas - Torcida Facção Brasiliense

A concientização é o melhor caminho

A questão violência está diretamente ligada a ideologia, o integrante que não é cadastrado (principalmente), e que, desconhece os fins de uma torcida organizada, sempre são os que acabam destruindo a imagem de uma prática que pode ser tão saudável, e, tão bonita de se ver, sejam as músicas que são inventadas no estádio (pode-se dizer que são verdadeiros artistas essas pessoas que criam essas paródias), os belos espetáculos propiciados através de fogos de artíficios e outros métodos, o cidadão, se é que pode se chamar de cidadão uma pessoa dessa, que vai com má intenção ao estádio, percebe-se que há um disturbio psicológico, talvez questão de ego ou "moral", como queiram, essas pessoas tentam de forma mais desumana "aparecer" colocando a vida de outras pessoas em risco, sem dizer que esses própios também não poderam desfrutar muito da vida com este pensamento leigo.

A mensagem que gostaria de deixar clara a todos, é, que os responsáveis por suas torcidas deveriam concientizar seus integrantes de que do outro lado da arquibancada também há vida pessoas trabalhadoras, mulheres, crianças, pais de família com um único sentimento paixão pelo futebol, ao invés de maquiar os fatos percebendo todos esses problemas que ocorrem nos bastidores de cada agremiação, concerteza com um trabalho direito e digno a violência entre as torcidas organizadas estará extinta. Afinal qual o integrante que não gosta de viajar junto a sua torcida, apreciar um bom futebol e muitas vezes até festas oferecidas por outras torcidas? Aos mais novos que chegam agora, segue este pensamento, não vale a pena ódio gratuito.

Enviado por: André ( Dir. de Vendas ) G.R.T.O. Inferno Coral

Minha real

Sabemos que somos mal vistos, que somos vistos como margionais, bandidos e desocupados, só que muita gente não sabe o trabalho de uma organizada, não sabem de nossa realidade e assim como em todo meio onde há a convivência entre pessoas existem pessoas de má indole e desonestas, mais existem também aquelas pessoas que lutam pela sua sobrevivência e seu reconhecimento através de seu trabalho, talvez a população não saiba a realidade das organizadas e o ministério público tem que ficar esperto também com as torcidas, mais também com os nossos governantes e com nossa segurança pois casos como o do Marcíonilio da TUF no Rio não pode mais acontecer ao invés de ter a proteção um apoio somos tratados como animais, então queremos poder mostrar nossos trabalhos nossa festa e sempre apoiar nosso clube em campo.

Enviado por: Anônimo

Continuando...

Como o amigo ali falou as televisões não apoiam as T.O. pricipalmente a globo, eu sou da Torcida Fúria Independente do Paraná Clube , e digo minha indignação com a midia de radio e televisão quanto as T.O. Em um clássico entre Paraná Clube e Atlético PR , onde camisas e qualquer outros materiais de torcidas organizadas estavam proibidos, em meio a provocações entre as torcidas um torcedor do PR Clube ataca um "rojão" à torcida do Atlético logo após os PM's ( vergonhosos ) vão lá e batem muito no torcedor , o que não seria necessário, e naquele dia em jornais ...etc , a mídia aponta a principal responsável pelo ato , a Fúria Independente ( frisando que o torcedor não era da T.F.I. ) e a condenam; porque eles condenarão a T.F.I. sendo que ninguém estava uniformizado? Outra vergonha é a PM ( Policia Militar ) que cada vez mais querem acabar com as organizadas , sendo que em todos os clássicos e até não clássicos, as vezes até de uma torcida só , eles proíbem materiais de T.O. Por que isso? A camisa pode sim causar brigas fora do estádio , eu concordo em proibir , mas por que proíbem bandeiras , faixas , fogos de artifício ? isso não causam brigas. Essas atitudes cada vez mais vão acabando com o brilho das torcidas organizadas que são obrigadas as vezes a fazer o show até sem bateria por não liberação de ordem do estádio. Vergonha!

Enviado por: Rodrigo Maranhão - G.R.T.O Força Jovem Vasco

Paz...

Caros amigos, pois bem até entaum vi em uma mensagem anterior que a rede globo não mostra nada das organizadas, mas o que vejo é que além dela não mostrar isso o que mas tenho medo não é sobre a aparição do mundo das organizas e sim o que sempre tem por vir no campeonato brasileiro que é uma guerra de algumas organizadas que se julgam maiores e mas fortes que as outras e nós, meros torcedores que vemos os espetáculos que as mesmas fazem quando apoiam quando os nossos times entram em campo, quando temos gol e quando temos de criticar também. Pois bem mas o pior é quando temos as lutas e guerras campais que se prendem a vasta história e as imagens ruins que passamos para a sociedade que por sinal não são todos que acham que as organizadas tem marginais e dsocupados e como vi com uma enorme triisteza aqui na minha cidade ver a morte de uma rapaz que era o presidente da uma grande agremiação do nordeste a Leões da TUF perder a sua vida em momentos antes de um jogo de futebol que por sinal é uma coisa que sempre acontece e sempre aconteceu dentro do mundo do futebol em campeonatos brasileiros, mas graças a Deus peço que a alma desse rapaz e dos outros que já se foram não passe em branco e que o movimento de PAZ dentro das organizadas sejam mas fortes e intensos até mesmo em classicos que são os maiores percusores dessa terrivel imagem que a sociedae tem de nós.

Queria mesmo que esses fatos não sejam mas só de parte de nós que queremos a PAZ dentro de nossas organizadas, mas sim que todos saibam que nenhum clube e ou organizada tem o valor maior do que a VIDA, vida essa que não temos o direito de tirar uns dos outros uma ve que uma camisa ou farda não pode ser maior que o direito de viver e por isso peço que antes de se iniciar o Campeonato Brasileiro, cenas como a que ocorreram aqui no Rio com a morte do Marcionílio não se repitam mais e que o Ministério Publico junto dos outros orgãos competentes e a própria CBF saibam dar mas valor a vida e que nós não somos a escória da sociedade e sim o coração do clube dentro das " Arquibancadas ".

Enviado por: Wagner Rolim - Engenheiro agrônomo e escritor, Pai de Marcionílio

Homenagem a Marcionílio Pinheiro

Marte, na mitologia grega e romana, era o deus da guerra. Daí, Márcio significa guerreiro. E Marcionílio, pequeno guerreiro. Mas o Marcionílio, o eterno Presidente dos Leões da TUF, não foi um pequeno guerreiro. Marcionílio Pinheiro Gomes, o imortal líder da Torcida Uniformizada do Fortaleza, foi um grande guerreiro. Um grande guerreiro que sabia, como ninguém, animar a torcida do Tricolor de Aço. Um grande guerreiro que contribuía, com certeza, para aumentar as rendas dos jogos do Leão do Pici. Um grande guerreiro que, no futebol e em outras atividades, só guerreava em defesa do bem, da paz e do amor.

Como Presidente da TUF, Marcionílio criou e administrou oito lojas de venda de material para a torcida. Fundou a sede social e uma academia de artes marciais. Deu continuidade ao Programa TUF 11:30, na Rádio Clube. Desenhou e pintou bandeiras, faixas e o maior bandeirão do mundo... Com parte do lucro obtido nestas atividades, o caridoso Marcionílio promovia o Natal e outras festas para as crianças carentes. De tão popular, carismático, competente e criativo, Marcionílio interrelacionava-se bem com outras torcidas do Brasil. Para estas e para a TUF, desenhava e fabricava camisas, bonés, calções, bermudas, agasalhos, adesivos, bandeirões... Produzia CD's e bolava slogans. Marcionílio não era apegado à matéria. Honesto e grato, deixou de ganhar trinta mil reais para retirar do bandeirão da TUF a marca Santana Têxtil. Quando foi tentado, respondeu: "Eu sou homem de palavra, enquanto for presidente, nunca farei isso". Desde criança, Marcionílio estudou no glorioso Colégio Christus. Com o passar do tempo, cursou Mecatrônica no CEFET, Engenheria de Produção na UFC e, ultimamente, estudava Direito na UNIFOR.

Marcionílio era simpático, inteligente e tinha raciocínio rápido. De dircurso forte e carismático, era muito convincente. Tinha moral. Comandava com brilhantismo. Além disso, era amigo das crianças e não fazia distinção entre as raças nem entre as classes sociais. Jesus, que veio ao mundo para nos salvar, foi crucificado. Marcionílio, que semeava o bem, em 04/12/2005, aos 28 anos de idade, foi assassinado por um covarde torcedor do Botafogo do Rio de janeiro. Este crime ocorreu na chamada "Cidade Maravilhosa" que, a meu ver, deveria passar a chamar-se de: "CIDADE PERIGOSA".

Vivo, Marcionílio fazia estremecer o Castelão. Depois de morto, conseguiu estremecer o Parque da Paz. Segundo comentários correntes na cidade, nunca tinha havido em tal cemitério um sepultamento tão concorrido. Realmente, milhares de pessoas se enfileiraram para dar o último adeus a este líder tão querido. A tristeza e o choro reinaram. Flores mil circundaram o caixão. Mocinhas muitas puseram seu retrato sobre o corpo do grande guerreiro. Bandeiras, cânticos, aplausos, foguetório e brancas pombas da paz enfeitaram o céu. Meu querido, seu enterro foi uma festa. Foi um mar de homenagens. Foi um oceano de honrarias. Você, realmente, era muito querido. Por estas razões, a grandiosa dor de sua mãe e demais membros da família, reduziu-se um pouco.

Meu filho, orgulho-me de ter sido seu pai. Você foi um exemplo aqui na Terra. Pertinho de Deus, você haverá de brilhar ainda mais. Será que você partiu tão cedo para o Céu para poder, com a luz divina, iluminar as torcidas organizadas aqui da Terra?

"A Equipe OBR vem aqui prestar nossa homenagem a família e aos amigos de Marcionílio Pinheiro Gomes, e que esta mensagem sirva para concientizar todas Torcidas de que nossa vida é o nosso maior patrimônio e como nós, ninguém quer ter este patrimônio tirado''.

Enviado por: Clóvis Borella - Mancha Verde - Foz do Iguaçu

Mandando a real

O povo brasileiro mostrou sua força e disse NÃO a hipocrita politica brasileira. O alvo agora vai ser as Torcidas Organizadas, que deverão pagar pelo caos na segurança pública. Esse governo dito democrático, não consegue manter a ordem, e quer sacrificar o direito dos torcedores em comparecerem nos jogos e usarem uniformes de suas Torcidas.

Acho que todos nós como torcedores de nossos amados clubes e acima de tudo como cidadãos, devemos defender o direito de sermos oficialmente reconhecidos como representantes destes. Devemos a todo custo defender nossos direitos.

As organizadas devem começar pressionar os dirigentes dos clubes para que tomem posição sobre esse assunto publicamente, pois é sempre assim, as organizadas vestem a "camisa" dos clubes, organizam caravanas, seus integrantes compram frequentemente materiais esportivos oficiais, em resumo, geram centenas de milhares de reais a mais de renda para o clube. No caso da Mancha Verde são 21 mil associados tirando grana do bolso. Sendo assim, os dirigentes nos devem explicações, que comessem a ouvir mais de perto as organizadas, que venham debater e que publicamente assumam suas posições contra ou a favor da extinção ou sei lá o que ministério Público pretende fazer. Isso deve acontecer o quanto antes, pois o Ministério Público está querendo "mostrar trabalho" e o caso é de grande repercussão. Não creio que dessa vez a justiça seja flexível e de uma nova "oportunidade" as organizadas. Três assassinatos de torcedores em uma semana é argumento poderosíssimo para o poder público pedir a extinção. A globo "assim como para o referendo", está fazendo campanha pela extinção, como comprovado pela reportagem do Fantástico (domingo 23/10). A reportagem era com um zé mané, saído ninguém sabe da onde e totalmente tendenciosa. O cara dizia que era membro de uma organizada e que o barril de pólvora explodiu, ninguém ia segurar a onda de violência entre as torcidas. O negócio era matar o adversário, fazer tocaia, mandar bronca "que chore a mãe dele antes da minha".

Será que uma única pessoa merece um espaço em horário nobre, pra fala um monte de porcaria sem fundamento algum, e tendo sua imagem de violento associado aos torcedores das organizadas. Tava na cara que o cara não sabia nem o que era Torcida Organizada, e muito menos seus reais objetivos. Vamos sair do discurso, e pensar numa estratégia de impacto, rápido. Pois o governo mantêm sua posição (extinção a todo custo), os dirigentes dos clubes também (ficar na moita), e quem realmente vai pagar o pato!!! As ORGANIZADAS. Ou vamos esperar a extinção e conseqüentemente a polícia caçar torcedores uniformizados, em dia de jogos, como bandidos, relembrando uma época de ditadura. E para quem não sabe, foi nessa época de repressão dos nossos direitos, aonde surge as organizadas, nos estádios como um canal de pensamento único, onde passávamos e organizávamos táticas e manobras contra o estado de repressão.

Nossa filosofia e ideologias foram construídas em cima do saber e do pensamento e não da violência. Pelo contrário, derrubamos um regime cruel que levou a vida de milhares de brasileiros, mortos por defenderem seus direitos ou pelo simples fato de colocarem seu ponto de vista. A história das torcidas organizadas foi e continua sendo isso, de organização, política, crítica, liberdade de expressão e acima de tudo torcer freneticamente pelo seu clube, numa mistura de paixão e orgulho, orgulho principalmente pelo que os clubes e suas torcidas representam para a história do Brasil.

Que o poder público acabe com esse contra-censo, e não faça vítima, organizações que fizeram muito mais pelo Brasil, do que o próprio poder público fez. Ou teremos que acreditar que a ditadura retorna camuflada no estado democrático.

Enviado por: Diretoria Galoucura

Manifesto pela Paz

Viemos através deste manifesto desmistificar algumas opiniões polêmicas sobre as torcidas organizadas e demonstrar a todos que também lutamos e torcemos por PAZ e JUSTIÇA, dentro e fora dos estádios, além é claro, por nosso Clube do Coração.Para quem não sabe ou não conhece, Torcida Organizada não é gangue, não é bando e muito menos uma organização criminosa em que fazem parte meliantes, bandidos ou marginais.

Torcedores organizados não vão ao estádio com o intuito de promover a desordem, de gerar violência gratuita, de cometer delitos contra o cidadão comum, de agredir fisicamente o torcedor rival e muito menos de tirar a vida de inocentes.Para quem sabe e conhece, Torcida Organizada é um grupo de pessoas comuns como eu e você, que gostam de assistir ao jogo de pé, porquê não é platéia e de se organizar para colorir o estádio com bandeiras, faixas, papel picado, sinalizadores e outros artifícios que embelezam o espetáculo.

Torcedores Organizados são uma associação de amigos e irmãos com ideologias parecidas. Gostamos de gritar do começo ao fim o nome do time do coração, de fazer uma festa à parte no estádio e de apoiar o nosso time para mais uma vitória, mesmo na pior das circunstâncias.

Entretanto não somos inocentes em achar que não existem entre os nossos integrantes, uma minoria de pessoas que não entende a nossa filosofia de torcer e amar o Clube em que depositamos nossas emoções, frustrações e esperanças.Porém é inocente quem acha que há somente gente sem compromisso e inescrupulosa em Torcida Organizada e não vê que existem pessoas de caráter duvidoso em qualquer profissão, família, partido político, fundação religiosa, entre outras organizações.Dada estas explicações, viemos a público dizer que SEMPRE orientamos nossos integrantes a respeitar o próximo e principalmente o adversário. Que temos como bandeira a paz e justiça para todos, independente das camisas que vestem.

Finalizamos este manifesto, deixando um recado para aqueles que não conhecem um amigo, parente ou conhecido que torce por um outro time, ou que acha demagogia e hipocrisia o que foi dito até aqui.Meu amigo, você além de não nos conhecer, também não conhece nada sobre o seu ADVERSÁRIO e muito menos sobre ESPORTE.Pois se conhecesse, veria que por incrível que pareça, neste ponto OS NOSSOS RIVAIS PENSAM COMO A GENTE!

O Universo do Futebol é educação, cultura e principalmente alegria! A nossa onda é torcer sem violência!

Enviado por: Victor "Costela" G.R.T.O Força Jovem do Vasco 22ª Família - DF

(sem título)

As Torcidas Organizadas surgiram por volta da década de 40, no século passado.Hoje são várias espalhadas pelo Brasil, e pelo mundo, colorindo estádios e fazendo a festas realmente de empolgar o torcedor seja na capital ou no interior. De um certo tempo pra cá as Torcidas Organizadas vem sendo perseguidas pelo poder público a começar pelo estado de São Paulo, aonde muito tempo as Torcidas foram proibidas de entrar com materias que obtivessem o nome das facções, e muitas para continuar suas atividades foram obrigadas até a mudar de nome.

Meu sentimento de revolta é que existem coisas bem piores para os poderosos se preocuparem ao invés de acabar com nós torcedores organizados.Eles vem com desculpas que existem marginais no nosso meio, que Torcida é só violência e etc.Agora por que eles não chegam nesse integrante que brigou, e pergunta como está a vida social dele, se o cara come, dorme, bebe e se ele tem aonde dormir, hein? Agora eles não falam que várias Torcidas daqui principalamente as de sp tem projetos sociais na suas respectivas sedes, que se juntam pra destribuir, brinquedos, alimentos, roupas e etc, a pessoas que passam necessidades, hein?Isso eles não falam. Está aqui o desabafo e que sirva para integrantes de outras agremiações, que sejam rivais ou não, isso é o que menos importa. Só digo uma coisa o que seria dos nossos estádios sem as nossas festas, bandeiras, gritos que contagiam os jogadores, e etc, hein?

Enviado por: Márcio Bomba - Mancha Azul - C.S.A - Alagoas.

O 12º Jogador

É aquele que vem das arquibancadas, o verdadeiro torcedor que ama e faz de tudo para ver seu clube no mais alto pilar do futebol, ser de uma organizada não é nada fácil, na visão da $ociedade somos logo taxados de marginais vagabundos que não tem nada de bom para transmitir, mas ninguém mostra a realidade do trabalho que é feito para varias organizadas como campanhas sociais com o intuito de ajudar o próximo, os meios de comunicação tv, radio só divulgam deturpadamente os fatos que causam má impressão como brigas entre torcidas rivais,sabemos do problema e fazemos o possível para evitar.

O grito o amor que um integrante de ma organizada sente e forte que como o meu pensamento acho que assim também pensem,( eu não nasci mancha ,mas morrerei mancha!) Acabar com as organizadas não vai resolver o problema como pensam os promotores e magistrados que batem na mesma! Somos boicotados por esses órgãos por que independentemente tomamos nosso próprio poder e não pagamos nada para esses falsários larápios do futebol do mundo!

Enviado por: Conselho Gang Alvinegra

Preconceito e ignorância

Em todos os cantos do Brasil as Organizadas são tidas como antros de marginais e desordeiros. Aqui em Natal, o Poder Público só se mobiliza quando há um acontecimento mais grave. Impressionante é ler as matérias e constatar que a ignorância e o preconceito acerca do assunto são absurdas. Para nós do Conselho da Gang Alvinegra, fazer parte de uma Organizada é compartilhar sua paixão com outros integrantes afim de formar uma grande corrente num só ideal: amar mais e mais a nossa equipe, fazer de tudo para vê-la bem. Eles vão falar sempre, e nós estaremos sempre fortes e com a verdade nos nossos corações.

Enviado por: T.L.C - Força Jovem Vasco - Rio de Janeiro

Porque as televisões (principalmente a globo) não mostram nada das Torcidas Organizadas?

Você já parou pra pensar porque as televisões nunca mostram nada sobre as torcidas organizadas? A resposta é fácil é simplismente porque ninguém paga a eles, como os comercias de tv, que eles cobram pra mostrar durante as transmissões e durante toda a programação.

Nas torcidas organizadas tem muito pra ser mostrado, como campanhas de doação de sangue, de alimentos, de agasalhos; Pessoas que largam tudo para se dedicar somente a sua torcida, para fazer ela ficar cada vez melhor, torcedores brancos, negros, adolecentes, jovens , idosos, homens, mulheres, brasileiros ou não que se reunem em prol de todos sem nenhum tipo de preconceito por credo, raça ou cor. Mas isso a "globo" não mostra, ela só quer mostrar o lado ruim para botar todos contra nós integrantes de torcida organizada.

Enviado por: G.L.P / MG

(sem título)

Acho que a midia em geral não mostra o lado bom das torcidas pois isso não é vendavel e não da ibope, alias isso não ocorre apenas com relação às torcidas, mas em varias areas a imprensa só mostra tragedias, violencia, etc. O outro lado da moeda é que algumas torcidas sequer chegam a procurar os orgãos de imprensa para divulgar campanhas como doação de sangue e agasalho, sendo assim muitas vezes isso não chega ao conhecimento deles. Na verdade ha uma parte da imprensa (principalmente emissoras e jornais menores) que divulgariam sim esses acontecimentos. Ocorre que uma briga em estadio por exemplo, rapidamente repercute, não precisa ninguém avisar, mas o lado bom não repercute, sendo assim é preciso que a torcida leve o fato ao conhecimento da imprensa. Nos estadios porem, vejo que as festas das torcidas vem sendo bem divulgadas. É isso.

Enviado por: Arcebispo - Galoucura - Diretor de Informática e Relações Públicas

Mais uma vez...

Alguns programas chegaram a citar a Galoucura como a origem do objeto que acertou o jogador do SP, ou seja, como não há como provar mais fácil acusar a Galoucura.

Estranho que aos 5 min, torcedores jogaram copos,tênis mas isso não importa não era a Galoucura.

Pergunto, nada justifica o que aconteceu, mas uma torcida sofrida, que ve um time ridículo em campo, tomar 4 gols no 1 tempo e pedir calma ? Porque esta onda em cima da torcida do Galo, e a baixada ? A Vila ? Ontem toda a mída crucificou a torcida do Galo, onde estava a PMMG ? Não existe culpado, nem inocente. Aconteceu.

Ninguém tem sangue de barata, nós atleticanos temos vergonha na cara, infelizmente ontem o emocional assumiu tudo, ninguém foi racional.

Os jogadores do Galo saibam, o que estão fazendo vai ficar na história, para sempre, caso o pior aconteça vão entrar para a história como os piores. Vamos apoiar o Galo no clássico, o clube... Não acredito que algum atleticano vaie o Galo no clássico.

Agora vamos para ipatinga com certeza Galoucura - com o Galo até no inferno.